21 de junho de 2009

Emprestadas

Das obviedades imprescindíveis e, não raro, inexprimíveis, invisíveis e intangíveis.

"O que sou eu? Uma substância que pensa. O que é uma substância que pensa? É uma coisa que duvida, que concebe, que afirma, que nega, que quer, que não quer, que imagina e que sente."
Descartes


"Somos algo e não tudo (...), incapazes de conhecer com segurança e de ignorar totalmente."
Pascal

6 comentários:

Magno Nunes disse...

Ahhh eu descastes a primeira hein...
Noooooossa que piadinha infâme...pfffff...

Ecoooowwww...se eu sou uma substância devo tá em decomposição...credo... O_o...

Falando em emprestadas...
Dexa queto ia tentar fazer alguma tiradinha cômica com alguma coisa que eu emprestei pra vc....

Ahhh dexa eu ir embora logo vai...senão piora...

Joey Marrie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joey Marrie disse...

"Me deram um nome e me alienaram de mim."

(Clarice Lispector)

FlamingLips disse...

Prefiro conhecer na insegurança a ignorar totalmente...

Rodriguez disse...

Descartes lembra professor Geraldo. Professor Geraldo lembra filosofia.

Quanto a pensar em ser jornalista deixei alguns dizeres lá no blog.

Chico Junior disse...

eu, um hóspede de mim