1 de dezembro de 2009

Eu vi - Parte II

Na mesma proporção que fui negativamente surpreendida quando olhei pr’aquela cara de paspalho que jamais envelheceria, fui surpreendida positivamente pela atitude daquela senhora.

_ Mas o motorista é a autoridade dentro do ônibus. Não vai fazer nada, motorista?
_ ...
_ Pois bem.

No ponto seguinte, próximo à Paulista, a senhora sai na porta e grita para dois policiais:

_ Por favor, senhores! Venham até aqui! Preciso de ajuda.

Entraram dois.

_ Este senhor me ofendeu, me agrediu verbalmente, está sentado em local reservado e disse que está para nascer o homem que vai tirá-lo daí.

O policial se dirige, em voz baixa e mansa para a criatura:

_ O senhor pode liberar o assento, por favor?
_ Claro. Pedindo com educação, sim. Mas ela não tinha pedido com educação, sabe?

Uma risada soou em uníssono. Mas eu não consegui rir. Estava com vergonha dele por ele.
A senhora se sentou e os policiais não deixaram o ônibus até que ela desembarcasse. Quando ela foi, o sujeito continuou reclamando. Foi aquela parte:

_ Depois leva uns tapa na orelha e não sabe por quê. Tem que levar pra aprender. Velha trouxa, xarope.

Esta última ela não teve o dissabor de ouvir. E eu desci. Portanto, não ouvi mais também. Mas e se não fosse perto da Paulista? E se não houvesse policiais por perto?


"Tem que levar pra aprender."

8 comentários:

''Tay' disse...

Putz, deu caso de policia, essa foi feia. Ele poderia ter evitado tudo isso, apenas dando o lugar para a senhora de idade.

bjus ;*

FlamingLips disse...

Tem q levar pra aprender, pena q não levou, pena que os presídios são superlotados e o imbecil não possa passar 3 meses numa cadeia (levando tijolo de um lado pro outro igual nos filmes norte-americanos), e aí queria ver se não iria aprender...

Eduardo disse...

ixiii! vc defenderia a velhinha, eu sei disso.

Joey Marrie disse...

Certo dia eu tava no onibus viajando pra uma cidade próxima. Eu ia a uma consulta com um ortopedista por causa de um problema no joelho, eis que entram duas mulheres, uma senhora e um garotinho. O onibus tava consideravelmente cheio, mesmo assim eu levantei e dei meu lugar (que não era reservado) à senhoraa. Tive que passar a viagem toda suportando umas pontadas chatas no joelho esquerdo, mas era por um bom motivo... Algumas pessoas me olharam como se não acreditassem no que eu tinha feito.
Pouco antes do meu destino a senhora desce do onibus, nem uma veza olhou pro meu rosto, nem sei se pensou em dizer obrigada!
Mas tudo bem, da próxima vez... eu faço a mesma coisa!

;D

Renata disse...

Manu!! Virou caso de polícia! Velhinha do mal. !! o.O
Mas tava certa!
Beijos

tarjha . disse...

Tomara que essa pessoa morra antes dos 60 anos. =/

Rodriguez disse...

Tomara que essa pessoa amargue durante a velhice!

Marcella disse...

Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça. Porque serão saciados.