7 de janeiro de 2011

Baseado em Fatos Reais

Marcel Jabbour, muito obrigada. Dedico esse filme a você. Meus queridos Flávio Cescon, Aline Escobar, Thompson Loiola, Bruna Moro e Thais Caringe, muito obrigada pela confiança e pela dedicação. Vocês são ótimos, lindos e talentosos. Parabéns.



23 comentários:

Doutrina X disse...

Ca parabéns sei o quanto você se dedicou a esse curta e saiu lindo, uma pitadinha de humor deu um toque mega especial para seu curta e do jeito que foi colocado ficou demais parabéns parabéns parabéns,
" e ai eu beijei o amigo dele "
demais ahehaheae
fico lindo.!!!

um bj

Luciano de Sálua disse...

... é claro que naquela altura eu já conhecia o amor, já tinha visto filmes, novas e muitas histórias tristes. Mas nenhuma é tão linda quanto a minha .... ... Quanto a nossa.

Magno Nunes disse...

Ah, de nada por mostrar algumas músicas... ahahahaha

Bom... parabéns... Que seja um de vários...

Mas faltaram algumas cenas...

Madson disse...

Vi e gostei.

A abertura me lembrou alguns filmes do Allen. Achei de uma beleza e sensibilidade nostálgicas. Além disso, curti a narração em off e o roteiro cuidou muitíssimo bem do verbo.

Para a primeira vez, tudo ficou um charme só. Parabéns a você e aos envolvidos.

Abraços,
Madson Hudson

Main disse...

Gostei do soudtrack e da linda e maravilhosa da Tata Caringe.

Direção - Camila Caringe

Roteiro - Camila Caringe

Produção - Camila Caringe

hehe
Eu.
Mais um dentre milhões na fila p pegar o autografo do seu livro.

Jeo disse...

Camila, parabéns pelo trabalho! Gostei muito do enredo do curta, entretanto achei também que faltou construção de personagem no casamento de duas pessoas que a parecem além da noiva e justamente nesta parte onde o filme fica um pouco arrastado, mas conyudo, achei uma his´toria linda e emocionante.

grande abraço cinematográfico


Jeo

Amanda Proetti disse...

... como eu estava dizendo... o roteiro é... bem... como eu poderia dizer... ???... “Camila Caringe” acho que seria o adjetivo ideal... ela vai entender!!!...

... sutil, inteligente, sagaz, leve, denso, profundo, surpreendente... ... ... ... como vc...

Camila, você é uma das poucas pessoas - pra não dizer a única - que me provocam um sentimento que eu ainda não sei nominar. Os outros todos eu sei, mas não caberiam aqui...

... eu poderia descrever o que vc me soa em centenas de adjetivos...

... seu curta é muito do q vc me soa... do q eu posso descrever e do q eu não posso tbm...

... e... não se engane... ninguém possui mil amigos e amigas... nem mesmo eu...

... por fim, durona assim como vc... e o mundo... me vêem... e eu tbm... diga-se de passagem... "você me conquistou... e isso NUNCA vai mudar..."

... o nome disso não é sorte...

... o nome disso é amizade... seja lá o que for isso...

... e há algum tempo eu desisti de tentar descobrir... não preciso mais...

Beijo da "amiga" Amanda Proetti...

Vinícius disse...

Parabéns!

Às vezes o amor parece ser tão complicado, tão assustador, daí eu vejo como vc colocou e parece uma coisa tão simples, tão fácil. Como você faz isso?

Ah, me identifiquei de monte com a cena do telefone.

Parabéns pra todo mundo que fez, imagino a trabalheira que deve ter dado isso aí.

Thais disse...

Cá, minha irmã, meu orgulho!
To me segurando mto pra não chorar aqui.
A Lan house tá cheia...vai ficar chato. rsrs

Qndo acho que já vi tudo,
você me surpreende ainda!

Parabéns?
É POUQUÍSSIMO pra te dizer...
Ficou lindo.
To mega feliz por você,irmã!!!!
Tá tudo lindoooooooo

TE AMO.

E claro...
Mil elogios aos atores tbm.
Sensacional!!!!!!!!

Glauber Lápis disse...

Eu fiquei tão feliz com esse curta que eu não sei nem o que dizer...
Se essa história é baseada em fatos reais mesmo, eu não sei...mas é muito Caringe!


A narrativa poética, nem precisa dizer quem escreveu!rsrs


Parabéns, parabéns, parabéns! É bom ver seus impulsos artísticos em movimento!
beijos e abraços de cumprimento

Joey Marrie disse...

Concordo com Thais quando ela diz que parabéns é pouquíssimo!
Aqui do longe onde estou, levanto-me da cadeira, tiro o chapéu e aplaudo essa menina. Não somente pelo curta, mas pela alma que ela é! Pela sensibilidade poetica...
Cada cena foi me abrindo os lábios num sorriso cada vez maior. Ansiedade misturada com orgulho e satisfação.
Orgulho de me sentir próxima desta estória toda. De ter "visto" o curta antes dele acontecer, em cenas esparsas, contadas em conversas do dia-a-dia.
Orgulho maior ainda de poder dizer que és minha irmã querida, por que existem laços tão fortes quanto os de sangue para unir as pessoas.
Obrigada por me permitir tudo isso, Camila.

Amo tu, minha querida!

Efraim Neto disse...

Mi,

Já expressei em atos e palavras o que achei do seu curta! Entretanto, não poderia deixar de registrar aqui o meu parabéns! Sim, parabéns.... Além do curta ser ótimo... algo me chama mais a atenção: a sua ousadia; a sua história; a sua vontade!!!

Você é muito especial e merece tudo que há de melhor! Não tenho dúvidas de que esse é o primeiro de muitos outros curtas...

Simplesmente parabéns!

Magno Nunes disse...

Sucesso, hein?

Eu sabia disso faz tempo, tá?! ahahaha

Marcella Andriani disse...

Ah meeeeu....ficou todo redondinho...ficou todo profissionalesco....rs...As
mudanças do que eu tinha visto ficaram ainda muito melhores do que eu
imaginava...ficaram com tempos e pausas que proporcionam uma melhor
degustação e envolvimento.
Eu achei emocionante pra um primeiro trabalho sim.
Achei uma graça, realmente.
Vc tem talento pra coisa, tem jeito, tem a sensibilidade necessária e fez
muito do pouco que tinha, quero dizer, vc aproveitou o pouco tempo e o pouco
recurso e extraiu o máximo em qualidade.

Acho que eu diria: Perfeito!

Amanda Proetti disse...

É vc... é vc... é vc... pense nisso!!! rsrsrrsrs

Fabis Matrone disse...

Mandei meu comentário por e-mail!

Adoro Adoriran, bateu rs

Flavio Cescon Barbero disse...

Ficou lindo Ca! Merece ganhar o primeiro lugar em prêmios e feitivais de curta, inscreva!!! Adorei te conhecer, grato, grato, grato!
Beijos,

Flavio Cescon Barbero

Juliana disse...

Achei um brechinha no meio do expediente para dar uma espiada. Já tinha ouvido comentários, só elogios. Tava curiosa, mas queria olhar com carinho. A batuta é de maestra competente, então sabia que ia gostar, que algo especial dali ia saltar...
Mas não esperava ficar com a voz embargada, o coração disparado, os olhos precisando de desembaçador...A sutileza desse ser humano é indescritível. E olha que também gosto de brincar com as palavras, mas elas agora me faltam. Gênio, anjo, E.T, não sei. Só sei que ela não é daqui. Mas, morram de inveja, ela (ou seu duplo) trabalha aqui do meu ladinho, e seu talento e enrgia já fazem parte de meu universo!
Bora tomá água que to precisando..... voltar ao expediente.... and this is not a love song....
Voa alto, Camila!!

FlamingLips disse...

Sou suspeito pra falar, tanto da artista quanto da obra. Amor concentrado em 8 minutos... Nao vou duvidar se sair uma musica ou um livro em algumas semanas. Amo-te. Parabens. +1 torcendo por voce amanha. Bjos

danielacristofoli disse...

parabéns pelo blog!
estou começando, visite o meu!
http://etcmodaetal.blogspot.com/

Doutrina X disse...

=P cade o resultado ?

bjinhos camilinha

DL3 disse...

http://dl3mashael.blogspot.com/2011/02/concept-of-god.html

Fabis Matrone disse...

Está sumida, MUITO sumida!