28 de setembro de 2010

Do flerte líquido – pra quê serve?

Ele podia ter dito qualquer coisa, sei lá. Desde um clichê do tipo “oi, você vem sempre aqui?” até um trecho de Camões, um soneto de Vinícius, Shakespeare ou Xuxa na fase romântica. Se de nada servisse, teria me feito rir, pelo menos. Mas não. Do nada:

_ Vai chover hoje.
_ É...
_ Nossa, você se parece muito com uma ex-namorada minha.
_ Hum.
_ Aliás, você tem namorado? Você é muito linda e...


...Eu já estava do outro lado da rua me enfiando na primeira loja que vi na frente. Comprei um lenço xadrez lindo, diga-se de passagem. Lilás e preto.

Mas... o que será que ele queria que eu dissesse? Tipo:

_ Nossa! Jura que eu me pareço com a sua ex-namorada? Que legal! Vou adorar se você trocar nossos nomes!

Ou:

_ Eu? Me pareço com a sua ex-namorada? Ah... tadinho... Tá com saudade dela, tá? Vem cá, vem.

Haja paciência. Esse tipo de gente, mesmo que de terno numa travessa da Paulista, desperta nossos instintos mais primitivos.

...O de correr, no caso.

4 comentários:

Joey Marrie disse...

hahahahaha

Minha resposta seria...
"Ah, é? Voce também se parece com um ex meu, sabia? Só que ele não aguentou quando eu tentei fazer ele ficar debaixo d'água sem respirar por meia hora, coitado."

=/

Mas a "Xuxa na fase romantica" foi ótimo. kkkkkkkkkkkkkkk

Doutrina X disse...

haerhaheahehaheha inacreditavel esse é bom de chaveco, que direto e expressivo ahehahehaehaeae

hilario pra fugir desses so correndo mesmo
ahehaehahehahehaheae

LIno XOngas disse...

Podia ser pior. Ele poderia ter dito:
- Nossa, você se parece muito com minha ex-mãe.

Magno Nunes disse...

POUTS....

Caras assim que dificultam a minha vida...

Mas tudo bem, ele se toca e vira viado logo logo....