10 de agosto de 2008

Baita papo

Houve um tempo em que achei que tinha acabado essa coisa de disk-felicidade.
Basta discar e você arrumará um grande amor ou uma amizade pra vida toda.
Ao que ligo a televisão no domingo de manhã e me deparo com meia dúzia de bobocas falando no telefone, sorrindo e se sacudindo, como se estivessem numa balada.

Dei-me uns minutos para apreciar a obra publicitária. E fiquei imaginando como teria sido o making of dessa maravilha. As pessoas dançando, provavelmente sem música alguma, num espaço totalmente fake, forçando sorrisos e charme.
Tinha até depoimento.

_ Meu, minhas amigas tiravam sarro de mim, porque eu tava sempre sozinha. Daí eu liguei e marquei um encontro. Fiquei com medo. Mas que nada! O cara é uma pessoa maravilhosa. Estamos junto ATÉ hoje! – conta a gatinha com um sorriso de orelha a orelha. Ela só não contou que o ATÉ HOJE faz uma semana, mas beleza, né?! O tamanho do vestido convenceu.

Fantástico.

3 comentários:

Anônimo disse...

Já disse Bauman:
vida líquida, amor líquido, sociedade líquida...
As pessoas estão se liquefazendo, será que um dia vão se solidificar?

P.p. (procurando sair do sol)

Magno disse...

É muito engraçado mesmo...
Tanto quanto aqueles programas de prêmios...onde a mulher desesperadamente quer premiar o telespectador...

Enfim...a televisão é um circo...e quem liga para esse tipo de serviço são os palhãços!!!

Beijos Cá...
Má (HOJE TEM MARMELADA????)

Thátaa disse...

hahahaha

Pior que é desse jeitinho mesmo!
Olha Cá... Daqui a pouco, vai ter
um telefone desses, que você
liga, e arranja uma IRMÃ!

Se souber que você ligou lá...
Eu vou ficar muuito brava tá!
Já fique sabendo...

rsrs !
Beeeeeeijo pi