13 de agosto de 2008

Voices

Uma mulher gritou “TIA!!!”. Assim. Sem mais nem meio mais. Colocou a cabeça pra fora do ônibus e gritou.
A tia deve ter reconhecido a voz da sobrinha, porque parou desnorteada, olhando ao redor. O ônibus passou, claro, rapidamente. E a tia ficou lá, olhando para o nada...
Fiquei pensando... O que a sobrinha queria com aquilo? O que ela teria dito caso a tia a tivesse visto? Devia ser algo muito importante, por isso berrou tão alto...

_ TIA!
_ OI!
_ SUA CALCINHA TÁ APARECENDO!

Ou então...

_ TIA!
_ OI!
_ CASEI!

Ou ainda...

_ TIA!
_ OI!
_ ME EMPRESTA DINHEIRO???

Não... Não se fala de um assunto tão importante assim, berrando da janela do ônibus... Devia ser mesmo algo sem muita importância...

_ TIA!
_ FALA QUERIDA!
_ NADA NÃO! ERA SÓ PRA DAR OI!

Então entendi.
Entendi que o motorista tinha entendido tudo bem antes de mim.

4 comentários:

a volta do que nao foi disse...

nossa! que saudades de ler esse blog...
hey! whats up?

Magno disse...

Podia ser também...
-Tia, qual o contrário de titia?
ou
-Tia vc perdeu esse ônibus...

-Tia qual sua opinião sobre o conflito entre Geórgia e Rússia?

Enfim...infinitas possibilidades...

Ainda bem que o motorista sabia...

Beijos Cá...
Má (Diretamente da cabine do cobrador...)

O Fabrício ohohohoh disse...

Será que a tia era "tia" msm

hauhauahauahuahauahauhauahauahauhauahauhauahauhaua

Cade voc~e no meu blog?

Bjooo

Luciana disse...

Que máxiiiimo!
adorei!!!

Um beijo