16 de julho de 2008

Da prática

Uma mesa, uma sala, um prédio, Augusta. Era terça, era de manhã, era um sol nos espiando...

_ Então o negócio é o seguinte: temos duas opções. Nesta aqui não conseguimos falar com os responsáveis. Nesta aqui incorreremos em pecado mortal.
_ Sou a favor do risco.
_ Mas só há 13 dias.
_ Em dois dias a gente já sentiu se dá pra executar ou não.
_ Daí só vai ter sobrado 11 dias.
_ É um risco.
_ É um risco.
_ Vale a pena.
_ Vale?
_ Não sei.
_ É a capa.
_ Por isso mesmo. Repetir o plano é que não dá.
_ Essa não tem norte.
_ A gente arruma um.
_ É a capa.

Era nós. Debatendo(-nos n)a força do marinheiro. Desatando nós.

2 comentários:

Anônimo disse...

E a contagem regressiva está em...? Democraticamente vocês estão sob a pressão inexorável do tempo. Como ele é mal conosco. Hoje, por exemplo, está frio... Disseram que é inverno. Mas o tempo continua correndo para o fim do dia.
Vou me aquecer mas isso vai passar.

P.p.

Magno disse...

Olha...tem que correr mesmo!
Já pensou se o diagramador dá pra tráz?

Já pensou a gráfica num pode imprimir?

Já pensou alguém ainda está produzindo a matéria e as fotos?

MEU DEUSSSS QUE PESADELO...CORRE CORRE! QUALQUER COISA EU CORRO TB....

O que não cabem são palavras difíceis... O_o

Beijos Cá
Má (Correndo...Corrend...Corren...Cansado...)