1 de janeiro de 2009

Ao adorável desconhecido...


Uma presença abrilhantou esta sorte. Não sei de onde veio, a que veio, para onde foi ou se voltará. O fato é que Emanuel costurou lindas palavras nesta colcha de retalhos.
Quando escrevo, Emanuel e outros, digo de mim sem dizer de mim. Faço graça, faço poesia, não faço nada e ainda desfaço. Mas você, amigo, leu até o que não havia, precisamente como se houvesse. E havia. Não aqui neste espaço, mas aqui dentro.
Analisando o fluxo de visitas aqui do meu canto, surpreendo-me pensando sobre porque alguém da Malásia entraria neste blog. Polônia, Finlândia, Hong Kong, Irã? Não não. Não tenho amigos ou familiares nesses lugares. Então, quando a gente escreve, não sabe pra quem. Nunca temos a exata noção do caminho de nossas idéias. É bom saber que, de alguma forma, mereci sua atenção e seus comentários. Grata pelas palavras. Não só do Emanuel, mas de todos que por aqui passam. Eu sou vocês por detrás de uma tela. Meus pensamentos poderiam estar sendo engavetados. E foram e são, de vez em quando. Mas fiz a escolha de lançá-los fora. E eles voaram. E se encontram com o de vocês. "Um facho de luz indizível se fez quando nos miramos mútua e simultaneamente." Que seja assim.

6 comentários:

Magno disse...

E que assim seja...

Bonito desenho Cá...
E esse Emanuel é a certeza que muito mais gente lê os dados...mais do que vc imagina...

Uma pena nem todos comentarem...mas Emanuel quebrou os grilhões...Seja bem vindo aos dados mais famosos da internet...

BjoCá
Má (Happy New Year)

Amanda Proetti disse...

Nós "Emanuel's" é que agradecemos por ter feito a escolha de lançá-los... e semeá-los! Somente em ti certamente seriam valiosos já... mas em nós podem gerar ainda mais riqueza!
Um bjo menina!

Luciano disse...

Obrigado pelo desenho, me sinto contemplado em teus olhos.

Lápis disse...

Aqui todos estamos "reunidos" por que temos muitas coisas em comum.

Imagine um corredor cheio de portas numa sala escura. A cada porta que cada um de nós abriamos, descobrimos coisas maravilhosas lá dentro, essenciais para cada um.

Mas um certo dia, todos aqui que estão comentando e se identificando com suas palavras e pensamentos, foram pessoas que um dia abriram a mesma portinha...a portinha do seu mundo encantado e sem fim.

Vc quis partilhar seus pensamentos com a gente. E nós queremos continuar a conhecê-los.

Feliz Ano Novo

Déia Félix disse...

Hey, eu gostei dessa coisa de ter blog, de expressar esses pensamentos que temos e que poderiam se restringir à nossa mente. Mas expressá-los é dividí-los, compartilhá-los...é uma ótima sensação!

E não precisa de coragem para fazer uma carta como aquela que eu fiz, viu? Ninguém conhece melhor vc do que vc mesma. E ninguém te ama como vc mesma, certo? E amar não é só reconhecer as qualidades, mas os defeitos tb :D

Quanto ao carinha lá.. Esse é um assunto para uma mesa de bar hauahuahauahau

Bjão!

Anônimo disse...

OIIIIIIII


Oi, q lindo Camila, como vc estava inspirada quando teceu este pensamento, ADOREI! sem contar este beija-flôr, delicado,igual a vc!!

bjus Ju