29 de janeiro de 2009

Da série - Diário de bordo - Vivendo perigosamente, parte II (notas rápidas)

. Pensei que fosse mito, mas descobri que é fato que os seguros de automóveis em Belém são mais caros em comparação a outras regiões do país. Isto por causa do risco que se corre de uma manga cair e amassar o capô ou quebrar o vidro. Os motoristas tentam parar distante das mangueiras e as pessoas olham pra cima, tomando cuidado.

. Fico triste quando vejo alguma indiazinha com o cabelo tingido de loiro.

. Na tv se vê quase o mesmo do que em qualquer outra parte do Brasil. Mas os jornais impressos são mais... digamos... Bem, na capa tem sempre a foto de um cadáver ao lado de uma mulher nua. Não em todos os jornais, claro. Existem uns mais... digamos... Bem, é isso aí.

. Passei por uma rua que me lembra muito a Consolação (Sampa). Só que, ao invés de lustres, eram caixões. Uma concorrência da disgrama.

. Belém também tem uma espécie de Haddock Lobo, só que sem tênis com asas. Uma fatia de bolo é 6 reais.

. Durante a passeata de abertura do fórum choveu muito. As pessoas se abrigaram debaixo dos toldos e quase pisaram na casa de uma menina de olhos perdidos e presença imperceptível. Tive vontade de dizer pra menina que era pra ela, de dizer que quando se pensa num outro mundo possível é pra ela. Mas não tive coragem de mentir assim. E não disse nada.

. Chuveiros quentes não são frequentes. Tomar banho gelado, lavando o cabelo, a meia noite, depois de um dia cheio, acredite, pode ser uma delícia. E é. Até porquê, mesmo que não fosse, não haveria outro jeito pra mim.

. A vegetação é densa. Os pássaros moram por toda a parte. Aqui é a casa deles. Humanos são aceitos, mas não tenho muita certeza de que sejam bem-vindos.

8 comentários:

Magno disse...

Nossa isso que é jornalista...o ponto de vista de várias coisas hein...

Ahhhh vamos convir que a Consolação também tem vários caixões, mas dessa vez deitados, e não estão à venda.

Os pássaros estão organizando um Fórum também, não em Belém, porque tem muita gente...mas no Brás...uma estação antes... Lá eles vão decidir como vai ficar essa invasão!!!

Ouvi dizer a boca pequena que o pessoal vai pagar caro...afinal eles estão com a mira afiada...e tem muitos alvos...hehehe

BjoCá
Má (Sabiá lá na gaiola fez um buraquinho....vuoooooo vuooo vuoo)

Vivian disse...

Que delícia ler seus relatos. Como é bom desbravar o mundo!
Aproveite. Ouvi falar de uma tal de Ilha de Marajó, ouvi certo?
Se ouvi, toda sorte do mundo, olhos bem abertos e sorrisão no rosto.
beijo grande
Vi

Lápis disse...

Os olhos da andarilha estão aguçados.

Por favor, continue nos informando...to me interessando por tudo que vc tem a dizer sobre essa aventura! :)

beijão

Chico Silva Jr disse...

Traz um exemplar do jornal.

Luciano disse...

Suas observações encheram meus olhos de coisas mais belas e incriveis e desonestas e tristes que imaginei que fosse. Mas acaba não cabendo em nenhuma palavra, nenhuma.
Alimente-nos. Alimente-nos. Nos fale daí, fale mais. Diga sobre você. Fale sobre o povo, nos encha de saber.

"- Lú, cadê seu anel?
- Já viu o sol hoje?
- O que tem isso haver?
- Já viu o sol hoje?
- Não, mas cadê o anel?
- Não precisamos ver o sol para saber que está lá.
- E o anel está onde, não vejo o anel, e imaginar não vai ajudar, rs. Ele fica lindo em você!
- Ele é meu, está no meu mundo! E fica melhor onde esta do que em mim.
- Não sei onde esta, mas se você se desgrudou dele, e disse que fica mais belo onde esta, com certeza deve estar deslumbrante!
- Não há palavras para definir como ele está incrivel onde esta."

Amanda Proetti disse...

Delicioso diário... quero mais!!!

paulo disse...

beleza sabermos nossoutros do nosso lugar ao sol de Belêm.. legal seu texto, direto, certeiro, chute rapido e sorriso sansei. dois em um

Joey Marrie disse...

Ia ser legal se tivesse um tópico assim:
. Conheci uma paraense que me deu um bom lugar pra ficar, dentro do coração dela!

Ia ser legal, não ia?