30 de março de 2009

Da série - Histerias Urbanas, claquete: 3

Subindo a Augusta na direção Paulista, vindo do centro.
Na altura da altura preferida dos camelôs alguém grita:

_ Óia o raaaapaaa...!!

Pause na cena.
Imaginando que você, leitor, é uma distinta senhora parada numa barraca de dvd’s, o que faria?
Bem, eu não faria isso:

_ Ai, quer ajuda?

Pois é. Ela fez.
Por falta de jeito não parei na calçada para acompanhar o desenvolvimento da cena. Mas, obviamente, fiz várias simulações mentais da réplica:

_ Quero. Metade metade. Corre pra baixo que eu corro pra cima. A gente se vê aqui depois!

Ou então:

_ Sim. Isso seria ótimo. Faz assim: quando os policiais chegarem diz que tudo isso aqui é seu, por favor.

Ou ainda:

_ Tá. Pega na outra ponta que eu pego nessa. Vâmo corrê pra lá! Rápido!

Ai ai...
Acho a solidariedade uma coisa tão bonita...
(((suspiro)))

8 comentários:

Magno disse...

OLHA O RAAAAAAAAAAAAAPA!
CORREEEEEEEEEEEEEE!

E corremos, eu com a mercadoria e ele com a sua vida!
Me dei bem!

Chico Silva Jr disse...

Precisa ver como é quando o rapa passa na quebrada. Não sobra nem papel de bala no chão O_o

Juno disse...

Bom, eu diria "aceito" para a senhora.

hauhauahuahuahuahauhua

nata disse...

isso me lembra uma cena do filme " a vida de brian", um cara chega pra ajudar o outro q ta carregando uma cruz... hahahahha... o q foi ajudar fica carrgando sozinho e depois é crucificado...

Tammíris Teles disse...

Ah, gente! Que senhora fofa! E vc fica zuando aí... tadinha, Caa!

Anônimo disse...

eu amo votar em enquetes...sempre por aqui, nas manhas...

Fe disse...

rs..... a momentos unicos esse senhorita Ca, só voe....

tentaremos outras simulações

"putz, blz, faz assim corre lá e dá em cima do policial, aaa não não, a senhorita eh meio velha..."

"Quero sim, faz assim, vamos trocar de lugar?? se o polical chegar to vendo um filme do Frota pra comprar blz??"

humm que mais

"logico que quero, me ve tmb uma meia calabraza meia pertiamori, sem cebola e sem catupiry mas a pontinha mais queimada tá.. só isso..."


obs: vc não disse o detalhe da frase dela "ai meu Deus, vc quer ajuda??" faltou esse pensamento rápido mostrando espanto e ao mesmo tempo uma incrivel habilita de calma e gestão para dominar a situação..

Ela queria fazer oq meu deus, no maximo colocar uma coleção de dvds do Roberto Carlos na bolsa e correr...


Amoti

Luciano disse...

Não deve ter respondido.
Na hora que o rapa passa as pessoas costumam correr muito, e os vendedores, bem, param tudo o que estão fazendo.

Certa vez passando na 25, numa época em que a fiscalização batia lá direto, alguém grita "ÒIA O RAPA", foi o suficiente para uma multidão me levar para dentro de uma loja, acredito que de faixada, que abrigou MUITOS vendedores, silenciados pela tenção do momento, comigo lá dentro. As portas se fecharam e eu perdi o ar, completamente.

Minutos mais tarde, muitos deles, a porta se abaixa e todos eles saem como se nada tivesse acontecido, e eu sem ar, perdido e desnorteado.

Mas no lugar do camelô sa sua situação, a minha reação seria fácil, fácil:

"_ Tá. Pega na outra ponta que eu pego nessa. Vâmo corrê pra lá! Rápido!"