18 de março de 2009

Tcharãããããmmmmm

Para quem tiver coragem de ler uma lauda inteirinha, um presente num clique:


Reforma ortográfica: a correção dos dias numa narrativa confusa, imaginada por uma mente que insiste em acreditar que pode ser original.


Quem não tiver pode só votar na nova enquete destes Dados. Eu posso conviver com isso.

6 comentários:

nata disse...

Eu juro q vou ler... mas non extamente agora porque tenho q capturar um audio!!!

Luciano disse...

Eu posso conviver com fome.
Eu não consigo conviver nada bem com a fome de outros.
Eu não consigo conviver com a distância de corpos que se desejam.
Além mar, posso conviver também com cartas de amor. Conviver muitissimo bem, diga-se de passagem.
Mas conviver com o volume do mp3 muito alto não rola.
Ainda sim não consigo conviver e nem pensar em algo que eu não consiga conviver que me incomode tanto quanto a distância de dois corpos que se desejam.

Amanda Proetti disse...

Eu não posso con-viver sem viver vindo aqui benhê!
Ahã?! Ahaaaa... vc ~´a não sabe o que eu tenho a dizer?! F A N T A S T I S C !... como sempre né?!
Beijos!
Saudainha só de saber q tá mais longinha agora!

Magno disse...

A melhor parte do texto claro...É O MAL NUNCA MORRE!!!!!

ME SINTO ORGULHOSO AGORA!

Anônimo disse...

lido...

Fe disse...

Simples mim continua sendo mim até que pensem que vois mise tao td errado..

hunf...

insisto e insisto.. qm sabe, a dúvida...