13 de abril de 2009

De um passado remoto sem testemunhas

O menino diz pra menina, no sofá da casa dele:

_ Não vou mais te beijar!
_ Vai sim!
_ Não vou, não!
_ Vai sim!
_ Não!
_ A gente vai dormir no mesmo quarto!
_ E daí?
_ E daí que eu vou te atacar a noite!
_ Não vai!
_ Eu vou!
_ Eu posso garantir que não!
_ É mesmo? Eu gostaria de saber como!


O menino sobe as escadas e volta, alguns segundos depois, falando numa voz abafada:

_ Eu vou dormir assim, óh! :
_ Ok, ok. Entendi. Eu devo ser mesmo uma pessoa altamente evitável.

7 comentários:

Magno disse...

Ahahahaha
que coisa...

Não sei se é a mesma história que me contaram uma vez...
Mas é engraçada...
Tá vendo...mexe com quem tá queto...ahaha

Aiii Morrice...

Amanda Proetti disse...

rsrsrsrrsrs

Fe disse...

rs, por que tanto por um bjo, fugir de algo tão bom assim...

O Fabrício ohohohoh disse...

E o medo de encarar a realidade rs!

Postei de novooo

Ohhh

te amooo

bjooo

Rodriguez disse...

Chega a ser intrigante.

vinteeoito disse...

Oi querida, já fiz justiça e dediquei a frase para a verdadeira dona! hehe Um Bjo!!!

Joey Marrie disse...

Bela técnica, realmente infalível!!

Será que ela vai funcinar também quando os Ets chegarem??

kkkkkkkkkkkkkkk