10 de abril de 2009

(in)de codi ficável

Linguagem é vício.
Linguagem é vício.
Vício, hábito, limite, fardo, prisão, repetição, combinação, ornamento, conciliação, significação, resignificação. A linguagem é eco, eco, eco, o o o o ..
As linguagens, viagem, agem, língua, íngua, margem (de um rio de pensamento feito verbo) é vício. De um norte, morte ao acaso e à cria. Repete, repete, repete feito repente ecoando, ecoando, ecoando o mesmo verbo pros ouvidos certos.

Por quê o mundo só tem dois pólos? (o frio e o piegas)

6 comentários:

Magno disse...

Porque num fica o Papai Noel e no outro fica o povo que vai espera por ele...

Num fica o bem o noutro o mal...

Num fica o amor e o ódio...

Num fica o ovo de páscoa e noutro o coelho que coloca ovo! (O_o)

Luciano disse...

Sorry, but nothing is as dual.

Fe disse...

Se dois polos nos confundem.... como seriam outros polos...

Amanda Proetti disse...

Eu me percebo nos dois... na maioria das vezes no segundo... na maioria das vezes no primeiro... não sei se me gosto em nenhum deles...

Guilherme Bernardi disse...

o mundo todo é separado em pólos...em dualismos...desde a origem do homem: dia e noite, bem e mal, vida e morte...e assim o homem foi construindo o seu tempo.

acredito que os sentimentos dos homens ainda possuem esse algo "primitivo"...

Pq se fossem racionalizados...não existiriam

(isso que eu escrevi foi Piegas) =]

Joey Marrie disse...

E tra i poli della vita, si gioca ad essere la palla di ping pong ... Quico, leader colpire, attraverso la maglia che sono fatte avanti, senza fermarsi. La lingua è la dipendenza, la vita è una dipendenza e andiamo!