22 de abril de 2009

FRACtal

5 comentários:

Joey Marrie disse...

"Tenho olhado no espelho por tanto tempo
Que cheguei a acreditar que minha alma está do outro lado
Oh, pequenos pedaços caindo, quebram-se
Pedaços de mim
Afiados demais para serem colocados de volta no lugar
Pequenos demais para terem importância
Mas grandes o suficiente para me cortar em tantos pequenos pedaços"


E a correnteza tomando força a cada curva do rio, e a consciência do não saber...
Acho que minha masmorra anda tendo um problema de superlotação, existem prisioneiros escapando pela janela, alguns mais perigosos do que antes de serem encarcerados... =\

Magno Nunes disse...

Nooossa...parece uma dança...

"Você estica um braço, estica o outro tb, passando a mão na cabecinha, pra cima meu bem!"

Cá num é bom quebrar espelhos...dá azar...

E essas atitudes incivilizadas são bem comunsss sabe...vai num estádio de futebol, um número incontável de atitudes incivilizadas por metro quadrado!

E vamos remando...

Luciano disse...

Quanto mais incivilizada for a atitude mais próxima do pleno ser ela será. Ser primitivo, ser na essência. Absolutamente Absoluto.

Vivian disse...

hummm... bem... o que eu comento? rs
espetacular essa sagitarianinha! rs
te espero linda e maravilhosa no sábado!

Fe disse...

Autoria própria? quem disse tais??