29 de janeiro de 2008

Bem isso mesmo...


Li uma vez numa alquimia que beleza e tristeza andam juntas...

Observando fatos da vida sem ter de olhar para ver, pareceu-me clara essa tendência que a beleza tem de ser triste.
É triste. Tristinha... Ou muito triste, depende da beleza.

As pessoas que partiram ou que ficaram só pela metade (!) tiveram e têm uma bela trajetória, que não poderia mesmo ser diferente.
A paisagem noturna da cidade.
As músicas que fazem vibrar a alma.
As poesias.
Os brilhos feitos de retinas desejosas de vida.

Bonito. Mas ligeiramente triste...

3 comentários:

Magno disse...

Beleza...conheço só uma sabia?!

E a tristeza em ver essa beleza as vezes me toma de assalto...

E realmente uma bela música esconde uma ligeira tristeza...pelo menos nas que ouço ultimamente tem sido assim...

Mas por um lado...ser belo e tristinho é bacanão tumen!

Pelo menos esta beleza a que me refiro me tras bons momentos...e mesmo alguns sendo tristes...não conseguem superar a alegria..

Então, segundo minha conclusione:
-Existem belezas que nos provocam tristezas, porém as alegrias vividas por causa de tal beleza superam....

Entendeu?....esse é o caminho...


Beeeeeeijos...
Má (Mas eu quero 1 a 1!)

Magno disse...

E a beleza que eu estive vendo em sonhos faz com que as alegrias voltem...

E os sorrisos...
E as palabras...e toda a composição...

Enfim...

Ao som de Djavan, vou ficando com as canções que me fazem sonhar acordado...

Bjos...
Má (Apertador de parafusos...será que cai?)

Joey Marrie disse...

Beleza e tristeza andam de mãos dadas.
Sempre digo isso, sempre sinto isso...

;D