23 de janeiro de 2008

Era uma vez um lugar...

Chamava Budapeste. Ainda chama. Fica na Hungria. Observe:



Ficou mais famosinho depois do romance.



Poderia ser eu, não poderia????

Piscina exterior nos banhos públicos de Szechenyi, um dos mais espectaculares de Budapeste, a par com as termas do Hotel Gellért


Mas não era. Apesar da incrível semelhança nos traços, como você pode reparar, não era eu. Se fôssemos irmãs não seríamos tão parecidas, é claro. Mas, acredite, não era eu.

O azul do céu hoje me fez lembrar dos lugares que AINDA não conheci. Estou aceitando curriculos de quem queira me levar na mala por aí. Favor encaminhar suas referências à redação deste veículo informativo de alta seriedade.

2 comentários:

Marcella disse...

Moça...pra qual email eu mando o curiculum mesmo????

Magno disse...

Noooooooooossa é igualzinha Cá...

Meu deus...nunca vi uma pessoa que parecesse tanto com outra como vvcs duas....realmente impressionante...

O planeta azul tem muitos lugares interessantes mesmo, Budapeste concerteza deveria entrar no roteiro de viajens dos mochileiros de plantão...

Tudo bem, falta o principal para se fazer uma viajem dessas...MONEY!!!Mas no Brasil mesmo podemos dar um jeito...o nordeste...o centro oeste do Brasil entao...com as chapadas e tudo mais...

Tem uma amiga minha que disse que o centro do Brasil é encantado...e por isso é um lugar para ser visto...

Por enquanto estou somente encantado com essa garota...e vale o esforço de ficar na selva de pedra só para vê-la sempre...

Bjosssss
Má...(Denovo na Lan dos Chineses!)