5 de setembro de 2008

Da série - Retrato dos tempos passados

Antes de ser jornalista, um dia, eu quis ser publicitária. A foto é minha. A genialidade do contexto também. É só minha. Por isso, não há ninguém mais a quem culpar. Desculpem. Mas não se preocupem. Encontrei a luz.

7 comentários:

O Fabrício ohohohoh disse...

Eu tb nossa que coisa né?

hauhauahau


Amo vc minha amiga

Muito muito muito

Magno disse...

OÊÊÊÊ....encontrou a luz e ummm milhão de reais!

Aahaha eu conheço essa caveira magrela...Bacana...

Que bom que vc não quis ser publicitária por mto tempo, o jornalismo perderia horrores...

UFA...
O que seria da PCB?
Nem quero pensar....

Beijos Cá...
Má (Lanterninha?!!!)

Anônimo disse...

E um dia descobriu que "tudo o que é sólido desmancha no ar"...

Ainda bem que sonhos e ideias têm outro nascedouro...

FE disse...

Encontrou mesmo a luz???

genial

Bjo

O Marginata... disse...

A luz é um detalhe, o caminho que se acha certo é o caminho pelo qual devemos seguir, as vezes a luz ajuda, as vezes é melhor trilhar no escuro.

Só não podemos deixar de mudar de caminho quando acharmos que é a hora.

Meu telefone continua o mesmo... disse...

Serio! nao saquei!

Déia Félix disse...

Hey, eu tb ja quis ser publicitária, mas vi que me iludia mto com propagandas e nao queria enganar nem iludir ninguém. Sempre me dava/dou mal qdo comprava/compro algo pela embalagem.