23 de setembro de 2008

Plantão!

Cientistas da Yale University - Graduate School of Arts and Sciences - descobriram que mulheres são sinônimo de falta de liberdade para 98,3% dos homens entre 20 e 35 anos, residentes no Estado de São Paulo (sendo de qualquer cidade).

A pesquisa foi realizada com 10 milhões de indivíduos sendo aplicados questionários, análises clínicas, exames psicológicos, observação “in loco” e teste de QI. O processo ainda está em fase de conclusão e deve demorar mais alguns anos.

De acordo com Robert M. P. S. F. Gerringtsow, os resultados prévios apontam que os mais qualificados intelectualmente seriam aqueles que, supostamente, teriam maior capacidade de envolvimento, não necessariamente com o sexo oposto, mas com um outro ser humano. Isto porque as pessoas têm suas experiências incrementadas a partir do compartilhamento das experiências alheias. Logo, aquele que se envolve, aprende e cresce com o outro através de processos mais intensos e rebuscados.

Este foi um informe exclusivo do DataDados. A informação em primeiro lugar!

4 comentários:

Anônimo disse...

E digo que o estudo desenvolvido pelo pós-doutorado Yuri Zabatnikov em psicologia sócio-comportamental intuitiva na Universidade de Hamtolipnitz, Ucrânia, apontando que os relacionamentos salugênicos são aqueles pelos quais devemos zelar e trazer para bem perto as pessoas que amamos pois são estas que nos evocam os melhores sentimentos, faz muito sentido. Acho que concordo...

P.p.

Magno disse...

OHHHHHHHHH....informação e credibilidade...

Afinal aqui são os dados mais famosos da internê!


Beijos Cá...
Má (Perto demais...)

Fábio M Costa disse...

Ainda bem que existem 1,7%...
bjos camis

... disse...

Nossa que medo!

Na verdade ainda não estou satisfeito, deixei esses olhos pq não consegui nada melhor.