31 de outubro de 2008

...consigo mesmo.

peguei essa foto daqui: http://bichos.uol.com.br/album/bbc/fotografo_da_vida_selvagem_album.jhtm?abrefoto=2

E é sempre assim que parece ser. O mais forte sempre ganha. Não necessariamente o mais forçudo, ou mais inteligente, ou mais bonito, ou mais alguma coisa...
Conheço gente que faz da sua fraqueza (exposta) a sua força (questionável). Mas eu prefiro ser (como seja) fraca. Assim, a fraqueza rende, ao invés de ser ela própria, uma força (inquestionável): a honestidade...

3 comentários:

Magno disse...

Oh...
Sem palavras...

Dessa vez meu comentário será resumido a uma salva de palmas, que claro não posso reproduzir...

BjoCá.
Má ()

Roger disse...

Gostaria de saber o que se passou na cabeça dessa mocinha quando fes esse texto...Quem sabe um dia eu não descubro...

Chico Silva Jr disse...

Na luta entre e de titãs, onde um deles é, simultaneamente, o próprio palco-ator (atriz), pode, depois de tudo o muito, se conseguir a honestidade. Penso.