30 de novembro de 2008

Geração saudosista

Um primo de oito anos e uma tarde de domingo.

_ Sua estante tá cheia...
_ Sim.
_ Olha... Que isso?
_ É uma ampulheta.
_ Posso ver?
_ Pode.
_ Posso pegar na minha mão?
_ Pode.
_ Pra quê serve?
_ Pra marcar o tempo.
_ Posso pegar pra mim?
_ Não.
_ Aonde você comprou?
_ Eu não comprei. Eu ganhei de presente.
_ Ah... Mas você sabe onde vende?
_ Até sei. Por quê?
_ Quando você encontrar vendendo, compra uma dessa pra mim? É que eu tô precisando...
_ Você? Tá precisando de uma ampulheta?
_ Aham!

Que coisa, não?

Um comentário:

Magno disse...

Fala pra ele procurar na 7 de Abril...hehehe

Que coisa...
Daqui a pouco ele vai querer ser um faraó tb...heheh

BjoCá
Má (TRICOLOOOOOOOOOOOOOOOr)