11 de novembro de 2008

Histerias Urbanas (amenas)

_ Compra um ae mano? Não quer fumar?
_ Não, obrigado.
_ Então me dá dinheiro.
_ Não vou dar nenhum centavo.
_ Eu tô armado.
_ Legal, deixa eu ver.
_ Me dá seu celular!
_ Já disse que não vou dar nada.
_ O negão vai te furar.
_ ...

De acordo com o relato da vítima, um dos acusados puxou o celular do bolso.

_ O quê você tem no outro bolso?
_ É... ... Nada?
_ Pega o bilhete único dele!
_ Eu vou chamar a polícia.
_ Vamo embora negão!

É isso que eu chamo de uma experiência comunicativa interpessoal com baixo nível de trocas informativas de teor emocional...

4 comentários:

Time After Time disse...

ahn?
tah! saquei que é um assalto. mas....mas...é real? aconteceu contigo? vc esta bem?

Magno disse...

Ahhhh poucas trocas emocionais?
Poxa...o cara que foi roubado deve ter tido picos de adrenalina nunda d'antes vistos na face da terra...

Mas é isso...
O negócio é se comunicar...pelo menos no 190...quem sabe funciona...

Ainda bem que num foi contigo...

BjoCá
Má (ai ai ai)

O Fabrício ohohohoh disse...

Que maneira mais formar de chamar um assalto rs

Bjo te amo

Déia Félix disse...

Nunca foi assaltada, só furtada hehehe Mas acho que se fosse, seria bem assim: "Deixa eu ver a arma". Se não tem arma, não tem celular :D Se bem que se ele ver o meu celular, vai é tirar um real do bolso e me dar hauahauahaua