18 de março de 2008

Arte pela arte

Parece uma propaganda publicitária no metrô:


E, realmente, eu acredito que era pra ser uma propaganda. É no metrô, mas veja o que nossas câmeras captaram:



O publicitário usa o Ano Novo como pretexto para ter uma parede nova, sem umidade e, com isso, convencer o cliente de que o produto é imprescindível. Só que, tem uma coisa: estamos em março. Isso significa que o cliente tem mais 9 meses pela frente pra pensar nas paredes. E outra: a anti-propaganda segue firme. A legenda ainda usa a palavra "festas". Meu, a mina da foto tá com cara de tudo, menos de festa. Tá com cara de sono, de dor de barriga, de saco cheio, de fome, de final de semana em faxina, sei lá, mas não tá com cara de festa. Talvez até esteja lendo uma reportagem sobre a possibilidade de nova recessão, mas festa é algo que, ao que parece, não faz parte dos planos. Logo, como a imagem ilustra a legenda?????
Isso tá parecendo foto requentada.

Gente, faço jornalismo, não publicidade, mas meu, pelo amor, né?!

Eu que não compro esse meleca pra minha parede!
(fotos by Camila Caringe)

Um comentário:

Magno disse...

Olha...realmente...a cara da moça não é das melhores...

Acho que ela tomou um luftal...e tá fazendo uma forcinha pra liberar o que a aflige...

Realmente essa propaganda não é muito atrativa...eu também não quero essa meleca!

Sei lá...vamos usar lápis de cor d giz de cera! Eu tenho os meus e vc?


É itiso...


Beijos Cá...
Má (triste...mas feliz...)