10 de junho de 2008

Querido

Um sonho fere, mata, sangra, ilude, transborda e, transbordando, atinge outros, invade, contamina, contagia, agrega, segrega, une, forma, reforma, transforma, transgride, teima, queima, reduz à cinza, renasce e engrandece.

É caro. Claro. E barato.

4 comentários:

Anônimo disse...

Vive bem quem vive da poesia. Rendo-me à sua...

Obrigado,

P.p.

Vitão de Moraes disse...

Se é, minha nêga.

Sonhar não custa nadinha. O difícil é saber o que fazer quando o sonho se realiza.

Magno disse...

Ahhh sonhar...
Tenho um sonho reticente...
Já se realizou várias vezes..

E os seus últimos? Foram perturbadores??
Ou instigadores...

Fe disse...

Intenso o sonho não??