24 de maio de 2008

Singelo adubo é a poesia à alma

Aos que têm a dizer, espaço. Hoje meu palco não é meu. Emprestei-o a um famoso poeta da pós-modernidade. (informe-se) Apreciem os que podem. Porque entender é graça concedida somente a mim.


Do jardim à vida

A arte... Há arte... À arte!
O novo nasce e renasce,
como fênix pelas mãos da primavera,
ao retorno de Perséfone.
Quem contemplou, lá se pôs a ver.
Por muito tempo observando detalhadamente.
Fixamente.
Muito tempo...
Detalhadamente...
Caule belo e formoso.
Folhas desenhadas delicadamente. Sedosas, promovem, aos toques, explosões sensoriais. Ah... (...)
Mel escorre de sua taça, lambuza o beija-flor que se nutre com beijos...
O vento lhe afaga. Conhece o prazer de lhe sentir.
Que aroma! – evoca a paixão do mar denunciada pelo ciúme da aurora.
A rival se indigna por seu brilho.
Por cintilar com graça sob a luz da lua – a amiga confidente.

Já foi regada com suas águas da solidão...
Uma pena...
Espinhos outros lhe incomodaram.
É apenas um copo-de-leite, disseram.
Não, não é não! Não (...) E não...
Respondeu...
A placa, aos seus pés,
traz uma legenda a dizer
do lugar conservado
àquele copo-de-leite
que jamais se desarraigará...

P.P.

3 comentários:

V. B. de Moraes disse...

vc está blasè, doce meu. Rárá!
Quem disse que o privilégio de entender sois seu e somente seu?

É tudo uma questão de respirar o ar certo. Entende-lo-ei cada qual à sua maneira, assim como cada ar tem seu cheiro e umidade relativa, favo meu.

Se bem que seu poeta misterioso tem significados mais misteriosos. Somente seus.

Beijo grande.

Fe disse...

Ao digitar esse texto no google procurando o autor.... me ferro....

Aparece grande e belo como primeira e quase unica opção "camilacaringe.blogspot.com" "Minha sorte...."

enfim
Me ferro ...

Aquele Bjo q te devo.. entao.. segue ele pra ti...

Magno disse...

De poesias em poesias...
De contos em contos...

Hj é pé de chaximbo...que mto pelo contrário não é de ouro...

Posso dizer?
"Nem em latim ou tão aportuguesado possível eu teria a ousadia de dizer isso..."

Bejos Cá...
Má ( :( )